Homem é sequestrado, esfaqueado no pescoço e jogado em terreno baldio

Ele foi jogado em um terreno baldio, inconsciente, ensanguentado e bastante debilitado

Divulgação/Alfredo Neto/JP News

Divulgação/Alfredo Neto/JP News

Um homem aparentando ter entre 30 e 40 anos, foi encontrado esfaqueado em um terreno baldio, na noite desta terça-feira (18), em Tr√™s Lagoas.

O caso aconteceu na Rua Antônio Jeremias, no bairro Guanabara, por volta de 20h20, conforme o site local JP News. Populares teriam avistado a vítima ser jogada no local, por um grupo de pessoas que estariam em um carro não identificado.

Após a vítima ser deixada no terreno baldio, testemunhas foram ver o que se tratava e avistaram o homem de cor branca, cabelos crespos, sem camisetas, bermuda jeans e com defici√™ncias nos dois pés, caído no matagal e todo ensanguentado.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urg√™ncia), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar foram chamados. Até a chegada das unidades de resgate, populares prestaram os primeiros socorros ao homem que estava inconsciente e bastante debilitado, devido as v√°rias lesões sofridas.

A vítima que apresentava perfurações de faca nas costas, tórax, abdômen e um corte no pescoço, numa tentativa dos algozes em degolar a vítima. O homem precisou ser entubado, para poder conseguir chegar com vida ao Pronto Socorro do Hospital Auxiliadora.

Após conseguir manter os sinais vitais da vítima, o Samu seguiu ao Hospital Auxiliadora, onde a vítima deu entrada em estado gravíssimo, inconsciente e foi levada imediatamente ao centro cirúrgico.

Para a Força T√°tica que esteve no local, algumas testemunhas relataram que a vítima teria sido capturada nas proximidades do Crase (Coração de Mãe), na Clodoaldo Garcia e após alguns minutos, largada no terreno por indivíduos, que estariam em um carro branco.

O boletim de ocorr√™ncia por tentativa de homicídio e o caso ser√° investigado pela Polícia Civil. A vítima não portava documentos e foi identificada pela mãe, após dar entrada na emerg√™ncia do Hospital Auxiliadora.

Ele seria morador do bairro Itamaraty e segundo a mãe da vítima, a última vez que teria visto o filho, foi no dia 13 deste m√™s. Nesta terça-feira (18), um amigo dele teria ido até a casa da mulher, informando que um grupo de pessoas teria o sequestrado próximo a um bar, na Rua Clodoaldo Garcia, e fugido no sentido Vila Haro, posteriormente a vítima acabou sendo localizada entre a vida e a morte, no bairro Guanabara.