PI 57 - CAMARA - DOURADOS DIGITAL

Dourados não tem tempo para errar

Passados esses momentos difíceis, as coisas começaram a entrar nos eixos novamente

Por Clezer Gomes em 03/11/2023 às 15:33:24

Todos sabemos das consequências que vivemos hoje por conta do atraso, por falta de ações complementares de governos que projetaram um futuro, mas não conseguiram dar andamento aos projetos devido a mudanças na política.

Eu sei que temos pressa. Mas, e aí? Vamos deixar um projeto sem ser concluído novamente? Precisamos pensar se vamos mudar os rumos novamente sem ver o ápice de mais uma administração?

Acredito no voto de confiança. Acredito no desejo de cada um de nós em fazer o melhor. Acredito que esse governo ainda não teve esse tempo e precisamos ver os projetos saindo do papel e tomando forma. E, para isso, o tempo mais uma vez é o Senhor do destino.

Mudar os rumos e começar de novo é a solução? Se isso acontecer, voltaremos à estaca zero e serão somados mais anos de atraso, lembrando que nada se resolve da noite para o dia.

Temos pressa, mas vamos deixar um projeto pelo meio sem ser finalizado novamente? Precisamos pensar e agir com sapiência. Não é justificativa, mas tivemos anos difíceis sem saber como seria o dia seguinte. A incerteza e o medo tomaram conta das nossas vidas devido à doença que veio e causou perdas irreparáveis nas famílias douradenses.

A pandemia paralisou e mudou totalmente nossas rotinas. Tivemos praticamente dois anos de incerteza. Após a intensa mobilização para vacinação em massa na luta para conter a evolução e proliferação da Covid-19, lentamente caminhamos para a normalização.

Passados esses momentos difíceis, as coisas começaram a entrar nos eixos novamente.

Portanto, tivemos verdadeiramente um ano e alguns meses de ações concretas de uma administração que, desde o início, enfrentou a luta em salvar vidas e percebeu que o tempo era o maior inimigo.

E agora, como assim não veremos o ápice de mais uma administração? Será que não erraremos ao acharmos que esse momento é de mudanças?

Concordo que é importante confiar no voto e observar o trabalho da atual administração, que assumiu até com salários atrasados e primeiro equilibrou as contas públicas, readquirindo condições de investimentos com a Capag A (Capacidade de Pagamento), selo de confiança do Tesouro Nacional. Depois desenvolveu os projetos que estão na fase de execução.

Será que é a hora de parar? Precisamos dar tempo para ver as coisas acontecerem!

Temos que ficar atentos aos "salvadores da pátria". Ficar de longe jogando pedras é fácil e conveniente, não acha? A primeira observação que devemos fazer é: a vida pessoal desses críticos é perfeita?


Acredito que seja viável darmos mais um voto de confiança. Pense nisso, Dourados não tem mais tempo de errar!

Rodrigo Pirola

Fonte: Rodrigo Pirola

MEICINA UCP 2

Comentários